Segurança a bordo

https://drive.google.com/file/d/1-MrmwCEDKiYPk94B3p_sp95Z8p2yDd_5/view?usp=sharing

Clique no link acima e baixe o PDF

 

Por Marcelo Visintainer Lopes – Escola de Vela Oceano

Instrutor de Vela e Consultor Náutico

 

Antes de sair para velejar

1. Verificar a meteorologia (janelas de tempo, frentes, estado do mar, direção das ondas, direção das ondas de vento – comparar pelo menos 03 sites – Windguru, Windy e Passage Weather). Esta avaliação deverá ocorrer ao longo da semana e não apenas na véspera da saída. Não hesite em consultar o seu instrutor…

2. Abastecer o barco com comida e bebida com reserva mínima de 01 dia a mais. Água mineral, biscoitos e latas de atum devem ser mantidas a bordo (quase esquecidas). Guardar as compras e acomodar bolsas e mochilas e locais onde não haja o risco de molhar e rolar para o chão.

3. Compras: água potável, fósforos, enlatados variados, sal, açúcar, pão, frutas, molhos prontos, congelados, arroz, massas, biscoitos, chocolates, café, frios, manteiga, achocolatado, leite etc.

4. Realizar o plano de navegação completo no papel, embora pareça coisa de doido depois que o GPS e os Apps de navegação foram inventados. O papel é um backup. Se der tudo errado ele vai te ajudar!

5. Preencher o aviso de saída na marina.

6. Travar portas de armários e gaveteiros, fechar vigias e gaiutas, fechar todos os registros exceto o esgoto da pia do banheiro.

7. Motor:

7.1 Verificar se a quantidade de combustível é suficiente para motorar por todo o percurso e não esquecer do 1/3 de reserva.

7.2 Verificar o nível do óleo, tirando a vareta por alguns segundos para que o óleo apareça.

7.3 Verificar o nível de líquido de arrefecimento dentro do reservatório plástico e dentro do radiador (tem que estar cheio).

7.4 Colocar a chave seletora de bateria na posição “all” (1 &2) para dar a partida. Depois da partida, retornar a chave seletora para a posição do banco de “serviço”.

7.5 Verificar se o comando está em “ponto morto”.

7.6 Dar partida no motor. Verificar se o alarme não disparou (verificar luzes do painel)

7.7 Aguarde uns 5 minutos para o óleo do cárter subir e aperte o botão da embreagem para subir o giro e melhorar a refrigeração. Verificar anormalidades nas luzes do painel e também nos sinais sonoros. Verificar se está saindo um bom volume de água da refrigeração do motor (junto à popa).

8. Verificar se todos os equipamentos de segurança exigidos pela Marinha (para o seu tipo de classificação) encontram-se a bordo. (coletes salva-vidas, boia circular e retinida, fumígenos, foguetes, apito ou buzina).

9. Verificar o nível de água doce nos tanques.

10. Verificar o funcionamento do sistema de pressurização da água doce (abrir uma torneira).

11. Verificar vazamentos nos tanques de água doce.

12. Verificar funcionamento do vaso sanitário.

13. Verificar o nível do gás de cozinha (botijão reserva é aconselhável).

14. Verificar o acionamento das bocas do fogão e do forno e também se não há vazamentos de gás.

15. Verificar o funcionamento da bomba de porão manual.

16. Verificar o funcionamento das bombas elétricas de porão e também dos automáticos.

17. Ligar todos os outros instrumentos eletrônicos e verificar seu funcionamento.

18. Colocar boia circular e retinida (cabo flutuante da boia) na popa.

19. Hastear a bandeira do Brasil na popa.

20. Instalar as linhas de vida sobre o convés.

21. Vestir os cintos de segurança. Crianças devem utilizar coletes salva-vidas (Classe V de recreação). O colete deverá ter cinto de virilha e um cabo de segurança deverá ser amarrado no colete.

22. Testar as luzes de navegação.

 

Mastreação e convés

1.Verificar toda a mastreação desde o tope até o pé do mastro e mais a retranca (pelo menos uma vez por ano). Amantilho, adriças, apertos, fixações, pinos de segurança…

2. Verificar os cabos do guarda-mancebo, esticadores e terminais, pinos e cupilhas. O ideal é realizar a frenagem de todos os esticadores, pinos e cupilhas.

 

Equipamentos de segurança

1. Nunca deixar faltar nenhum equipamento de segurança exigido pela Marinha.

2. O Comandante deve informar o local dos equipamentos e demonstrar as formas de utilização antes da saída, bem como deve identificar os locais de maior risco e as atitudes que devem ser evitadas.

3. Todos os tripulantes devem conhecer as regras de segurança. O colete salva-vidas e os cintos de segurança devem ser utilizados em todas as condições.4. AIS e Epirb (equipamentos de segurança indispensáveis hoje em dia). 

 

Peças de reposição e ferramentas

1.    Filtros, correias do motor, rotores da bomba d’água, bomba de água, alternador, bomba pressurizadora, bico injetor etc.2.    Manter as peças mais sujeitas à oxidação envoltas em óleo e enroladas em plástico filme ou em sacos de vácuo. 3.    Chave Philips, chave de fenda, chaves de boca, chave estrela, chave de cachimbo (todas nos tamanhos exigidos para as tarefas a bordo). Alicate, manilhas, cupilhas, moitões, graxa branca, lubrificante, limpa contato, silver tape, fita isolante de alta fusão, fita isolante comum, adesivos especiais de dacron  para conserto rápido das velas etc.

 

Preparação das velas

1. Liberar o cabo do enrolador de genoa e deixar as escotas prontas para uso de emergência (no caso de pane do motor).

2. Deixar a adriça da vela grande no lugar e o lazy-jack completamente aberto.

3. Folgar o burro (para conseguir adriçar completamente a vela grande).

4. Desaduchar a escota da vela grande, mas não abrir o stopper antes de estar tudo pronto para iniciar a subida.

5. Avaliar a intensidade do vento e o tamanho de vela a ser utilizada. Sempre é mais prudente sair sempre com uma vela em tamanho menor. Outra opção seria velejar só com a genoa ou só com a vela grande, dependendo do caso e do tipo de barco.

6. Fora da marina e onde o espaço permitir, aproar o barco, abrir o stopper da escota da vela grande e subir a vela.

7. Depois de esticar a adriça da vela grande libere o amantilho para que fique sem tensão e dê uma tensão mínima no burro.

8. Abrir genoa em seguida.

9. Preparar para desligar o motor. Colocar ponto morto e engrenar a ré ou a vante para parar o hélice ou para fechá-la (depende do tipo de hélice). Desligar motor.

10. Foco total no rumo, profundidade e redes de pesca.

11. Informar a Marina se houver mudança de destino.

 

Preparação para sair – liberar a poita

1. Antes de soltar a poita, identificar a direção do vento e da correnteza. Soltar a boia somente quando a proa estiver na direção desejada. Espere próxima rondada de vento se for necessário. Tenha paciência para esperar.

2. Verificar se a boia está bem presa ao cabo que vem do fundo.

3. Verificar se o timoneiro está pronto para sair, comunicando-se com clareza.

4. Avaliar o lado fundo e seguro para sair antes de soltar a boia da poita.

5. Fazer um plano mental do caminho da saída com opções a, b e c (caso o vento jogue o barco para uma ou outra condição que não a do plano “A”.

6. Liberar a boia da poita assim que o Comandante der OK.

7. Avaliar a direção dos cabos das poitas dos veleiros vizinhos para que a quilha não prenda em nenhum destes.

 

Preparação para sair (quando atracado em um píer)

1. Antes de desatracar, identificar a direção do vento e da correnteza.

2. Deixar todas as espias prontas e safas.

3. Verificar se o timoneiro está pronto para sair, comunicando-se com clareza.

4. Soltar primeiro as espias de sotavento e em seguida as de barlavento (já com o motor em seguimento a vante).

5. Fazer um plano mental do caminho da saída, mantendo, sempre que possível, o lado fundo do canal e a barlavento de outros barcos que estejam atracados.

 

 

Clique no link acima e acesse o PDF

O arquivo “Segurança a Bordo” foi elaborado com o intuito de ajudar os velejadores a organizar as suas verificações antes de sair para velejar. 

É um documento completo e auto explicativo que criei em 2018.

De lá pra cá nada mudou, apenas a praticidade de utilizar esta lista no celular em forma de App. 

Embora a versão do App seja mais enxuta, tudo o que você precisa checar antes da saída está contigo ali. 

Nas próximas postagens vou liberar o conteúdo e o App.

Por Marcelo Visintainer Lopes

Instrutor de Vela

Consultor Náutico