Módulo 4 de Vela Oceânica – 29 fev e 1º março

Curso de Vela Oceânica em Florianópolis.

Módulo 4 – Volta da Ilha de Santa Catarina.

Foi realizado nos dias 29 de fevereiro e 1º de março mais uma edição do M4, o último módulo da iniciação à vela oceânica.

Foram mais de 150 km navegados em dois dias de velejo.

Optamos em sair pelo norte da ilha e contornar por fora (mar aberto) para, no segundo dia, velejar por dentro da baia.

Percorremos todas as praias e ilhas a partir de Santo Antônio de Lisboa.

Na ordem: Sambaqui, Ilhas Ratones, Daniela, Ilha do Anhatomirim, Jurerê, Ilha do Francês, Canasvieiras, Ponta das Canas, Lagoinha, Praia Brava, Ingleses e ilhas do entorno, Santinho, Praia do Moçambique e Ilhas das Aranhas, Barra da Lagoa, Ilha do Xavier, Praia Mole e Gravatá, Joaquina e Praia do Campeche.

Nosso pernoite foi na paradisíaca Ilha do Campeche.

Ancoramos no final da tarde e ali permanecemos até às 6h do dia seguinte.

Por do sol fantástico, churrasco, banho de mar, voltinha na ilha… Tudo de melhor!!!

Todo o percurso até a Ilha do Campeche foi tranquilo, mesmo com vento contra. O mar estava muito calmo e o sol brilhou quase o dia inteiro.

Do Campeche rumamos para as Ilhas Moleques do Sul que estão a umas 5 milhas da barra. Contornar as Ilhas se transformou em nosso principal objetivo além de dar a volta completa na Ilha de Santa Catarina.

O local é afastado e totalmente fora de rumo. Para chegar até lá é preciso tempo e força de vontade. Com mais de 30 metros de profundidade e ondulação de sul, a corrente contrária atrasa um pouco a chegada.

A beleza geológica da ilha compensa todo o esforço. Uma linda fenda no lado NE da ilha, monolitos, Fragatas, Atobás e aquela água azul fazem do local um dos mais belos destinos do sul do Brasil.

A sensação era estar chegando nas Ilhas Galápagos…

Contornamos as Moleques e rumamos direto para a barra sul. Chegamos na Praia de Naufragados onde fica o farol da barra às 9h30 da manhã.

Passamos pelas Ilhas Irmãs (3 ilhas que ficam entre à barra sul e o Pântano do Sul) e em seguida avistamos o Farol dos Naufragados.

Depois de entrar na Praia dos Naufragados e contar algumas histórias dos naufrágios da região rumamos para a fortificação na Ilha de Araçatuba. Fizemos algumas fotos e seguimos a viagem.

O vento sul aumentou de intensidade e proporcionou uma bela velejada de balão (armado sem pau de spi como um gennaker).

Tiramos o balão em frente ao Ribeirão da Ilha e seguimos de asa de pomba até as pontes.

O almoço foi na beira mar norte e logo em seguida rumamos para Santo Antônio de Lisboa, onde finalizamos o percurso.

Parabéns a toda a tripulação por mais esta grande velejada!

Em abril teremos nova edição do curso. As inscrições já estão abertas!

Como participar?

Já tendo completado os outros 3 módulos ou comprovando domínio sobre o conteúdo destes.

 

Por Marcelo Visintainer Lopes

Escola de Vela Oceano – preparando o embarque em Santo Antônio de Lisboa

Escola de Vela Oceano Floripa – Ilhas Moleques do Sul

Escola de Vela Oceano Floripa – ainda no norte da Ilha de Santa catarina

Escola de Vela Oceano Floripa – Praia do Santinho

Escola de Vela Oceano Floripa – Ilha do Campeche – paraíso natural brasileiro

Escola de Vela Oceano Floripa – amanhecer na Ilha do Campeche

Escola de Vela Oceano Floripa – Ilhas Moleques do Sul

Escola de Vela Oceano Floripa – Barra da Lagoa

Escola de Vela Oceano Floripa 

Escola de Vela Oceano Floripa – Ilha Irmã do Meio – sul da Ilha de Santa Catarina

Escola de Vela Oceano Floripa – Ilha Mata Fome – Praia dos Ingleses

Escola de Vela Oceano Floripa – Ponta dos Ingleses

Escola de Vela Oceano Floripa – Ilha Mata Fome – Praia dos Ingleses