Contato

instrutor: Capitão Marcelo Visintainer Lopes
fone/whatsapp: (48) 988.11.31.23
escoladevelaoceano@gmail.com

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Regata Santos-Rio larga neste sábado com HPE 25' na raia


Correr a Regata Santos-Rio, que chega neste ano à 63ª edição, não será novidade para os oito "escalados", mas enfrentar 220 milhas náuticas (354 km) a bordo de um HPE 25, veleiro de apenas oito metros e sem cabine, exige mais do que experiência. É preciso que o velejador esteja preparado física e mentalmente para suportar o desgaste de uma travessia oceânica que deve se estender por mais de 40 horas, sem direito a qualquer tipo de abrigo. A situação é digna de fazer com que os oito tripulantes definidos para o Desafio Santos-Rio de HPE tornem-se candidatos à ‘heróis da vela’.
Os experientes Marcelo Bellotti eLuiz Rosenfeld serão os comandantes dos veleiros W.Truffi/SER Glass e W.Truffi/Suzuki, que partem do Iate Clube de Santos neste sábado (26), com destino ao Iate Clube do Rio de Janeiro, devidamente autorizados pela Marinha da Brasil, para fazer a travessia escoltados por um bote de apoio, pilotado pelo não menos experiente Cuca Sodré, juiz internacional de regatas. A equipe de Bellotti contará com Duda Molina, Marcos Hurodovich e Juan de La Fuente. Cada barco da classe HPE exige quatro tripulantes. Rosenfeld levará com ele, Marcelo Gomes, Sérgio Rocha e Juninho de Jesus. 
Equipes experientes
O critério para a escolha dos tripulantes foi rigoroso, considerando-se a experiência que todos já viveram a bordo em outras embarcações. Bellotti idealizou o Desafio com o apoio de Rosenfeld e o aval do parceiro Duda Molina. Estabelecido o projeto, teve início o processo de seleção. Bellotti e Duda são vice-campeões mundiais de Lightning e sul-americanos de Snipe. Ambos também ficaram na segunda colocação da classe HPE na Copa Suzuki Jimny de 2012 com o SER Glass Eternity. Neste ano, estão novamente brigando pelo título da competição com o mesmo veleiro em Ilhabela.
Outros dois ‘lobos do mar’ completam a tripulação do W.Truffi/SER Glass. Marcos Hurodovich, com mais de 100 mil km navegados em regatas e travessias por todo o planeta, incluindo-se a expedição à Antártida com o Paratii, com Amyr Klink, e Juan de La Fuente, campeão da classe HPE na Semana de Vela deste ano em Ilhabela com o veleiro Ginga e considerado um dos melhores ‘acertadores’ de barco, principalmente pela trimagem das velas. 
No W.Truffi/Suzuki, o comandante Rosenfeld, construtor dos barcos HPE, com participações nas principais competições da vela de oceano, como a própria Santos-Rio e a Semana de Vela de Ilhabela, terá as companhias do sócio e também fabricante do HPE, Marcelo Gomes, de Sérgio Rocha, campeão da Semana de Vela e de outras regatas internacionais de classes oceânicas, sempre com a tripulação de Eduardo Souza Ramos, além de Juninho de Jesus, natural de Ilhabela, ‘top ten’ no Mundial de Snipe disputado recentemente no Rio de Janeiro e vencedor da última etapa da Copa Suzuki Jimny com o HPE Fit to Fly.
O idealizador do Desafio Santos-Rio de HPE, Bellotti, está seguro de que os tripulantes das duas embarcações têm qualidades suficientes para que a regata seja concluída conforme planejado."Contaremos com a experiência do Sérgio, um dos melhores velejadores do País em regatas longas; o forte do Juninho é a velocidade, ele é muito competitivo; o Marcelo conhece o barco como ninguém, afinal é o fabricante, e o Juan é perfeito para o Desafio porque além de talentoso é muito disciplinado e vai fazer com que tudo funcione conforme o previsto.