contato

Base Florianópolis - Santo Antônio de Lisboa
fone: 48 988113123
Prof. Marcelo Visintainer Lopes
escoladevelaoceano@gmail.com

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Tapes - Porto Alegre. Parte 1

Sábado dia 30, 8h30: encontro da tripulação na rodoviária de Porto Alegre.
Começa a travessia...



Nosso ônibus para Tapes saia às 9h mas bem antes disso lá está vamos nós, anciosos para mais uma velejada no Oceano VI.
As bolsas e mochilas estavam bem carregadas, conforme a indicação prevista nos e-mail que envio nas semanas anteriores ao curso! Além das roupas de frio e impermeáveis, sacos de dormir e outros acessórios obrigatórios lotavam aquelas "malas" de viagem.
Sempre aviso que talvez nada daquilo seja usado, mas que também existe a chance de tudo ser aproveitado. Quem lida com o clima daqui do sul sabe que podemos ter variação de mais de 20 graus no mesmo dia. Foi o que acabou ocorrendo, pelo menos com a sensação térmica a bordo.
Chegamos em Tapes às 10h30 e fomos direto às compras.


O rancho lotou o porta malas de um dos táxis que nos aguardava. Além dos líquidos, carne para dois churrascos a bordo, café da manhã, lanches e petiscos. Comida para uns 4 dias nós tínhamos a bordo. A pergunta de sempre é: pra que levar tanta comida e bebida? A minha resposta é: atrasos e imprevistos podem acontecer... é melhor sobrar do que faltar!
Costumo servir meus tripulantes/alunos a cada duas horas. Ajuda no combate ao enjôo e mantém o ânimo sempre lá em cima.
Outra coisa que faço e que funciona muito em travessias mais demoradas é a variação das rotinas, variando as funções a bordo e propondo manobras e variações de vela de tempos em tempos.
Chegamos no CNT às 11h30 e fomos direto para o barco arrumar as coisas, já que o plano era almoçar no restaurante do clube e sair por volta das 13h.
O óleo e a água do motor estavam ok. Dei a partida e deixei ele ligado dando uma carga nas baterias.
Abastecemos 1 dos tanques de água que não estava cheio e fomos almoçar.

Às 13h em ponto deixávamos o Clube Náutico Tapense e o nosso destino, distante 28 horas dali.
A perna POA - Tapes normalmente é de 12 horas, mas como estávamos em curso modular, com pernoite e carga horária obrigatória, nossa chegada estava prevista para o final da tarde do domingo.

Continua...
Por: Marcelo Lopes