contato

Base Florianópolis - Santo Antônio de Lisboa
fone: 48 988113123
Prof. Marcelo Visintainer Lopes
escoladevelaoceano@gmail.com

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Mestre Amador - fim de curso





Turma pronta para a prova do dia 30 de setembro.
Mais uma turma é formada e 06 novos comandantes aptos a navegar no mar.
Olhando de fora parece fácil demais mas foram noites e noites de muita dedicação e esforço de todos.
Geografia, matemática básica e muita atenção aos detalhes da carta náutica são os fundamentos necessários para se estar presente em um curso como este. 
Preparamos os alunos com base na nevegação estimada e na segurança da navegação costeira.
A aprovação na prova da Marinha acaba sendo só uma consequência da leitura do polígrafo e do questionário publicado no final.
Não é isto que importa e nem o qu nos interessa como instituição de ensino náutico. O que tem verdadeira importância é que o aluno saia do curso ciente de suas responsabilidades como futuro comandante da navegação costeira, seguro  e sabedor de suas limitações.
Ficamos noites e noites fazendo plotagens de posição e cálculos envolvendo distância, rumos, desvios e declinações, marcações, análise de tábua de maré, cálculos de consumo de combustível, meteorologia, check-lists de segurança, etc, etc.
Muitas vezes fui indagado sobre a necessidade real daquilo tudo. O GPS faz tudo isso sozinho, não faz? Quase tudo, realmente, mas não sozinho. precisa de um comandante dando as ordens. Ele só executa e quando falha, por alguma razão (perda de energia, quebra, perda de sinal, etc) ficamos completamente sem saber onde estamos e sem saber o que fazer. Pergunta respondida!!!
Agora as coisas começam a se explicar e a fazer sentido, pois não há nada pior do que uma pessoa ficar se perguntando por que razão está ali sentada, perdendo seu tempo com instrumentos que parecem ultrapassados. Esta é a base da navegação moderna. Confiamos no GPS sim, porém aplicando as plotagens de posição de meia em meia hora ou de hora em hora, sem excesso de confiança no aparelho e sem preguiça de ir para a mesa de navegação anotar a posição, a hora, o rumo magnético e a velocidade do barco.
Navegar é isso senhores!
Agora é só esperar o dia do exame e aguardar o resultado. Espero vê-los navegando muuuuito pela nossa costa. Até breve comandantes!!

O curso foi organizado e realizado pela Motoryama em parceria com a Escola de Vela Oceano. 




Por Marcelo Lopes