contato

Nossa base é Florianópolis
Tire suas dúvidas com o nosso instrutor:
Zap/fone: 48 988113123
Marcelo Visintainer Lopes
escoladevelaoceano@gmail.com

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Faltam só 03 dias para a largada



As malas estão prontas e a ansiedade tomando conta! Embarco amanhã ao meio dia e chego em Recife no final da tarde. A largada é dia 25 (sábado). Agora já não consigo pensar em mais nada. Últimos preparativos e checagem de itens de navegação (GPS, pilhas sobreçalentes, cartas náuticas, régua e compasso, lápis e borracha, VHF portátil, etc, etc). Tudo isto é redundante já que o Planeta Água tem tudo a bordo, não é mesmo? O fato é que devemos ter tudo multiplicado por 2 ou 3. Esta é a melhor regra de segurança que existe no mar.  Sempre que posso levo tudo no meu kit de segurança, independente se o barco possui ou não os equipamentos sobreçalentes. O máximo que vai acontecer é eu não tirar nada da mala.
Hoje pela manhã recebi um e-mail do Comandante Fernando Maciel perguntando quando chego lá. Respondi: amanhã no final da tarde!

Ao responder à pergunta do Fernando me veio a lembrança do ano de 2004 quando corri a REFENO pela primeira vez. Eu era o comandante do Oceano (Delta 32) e lembrei os momentos de ansiedade que antecederam a largada. A chegada dos tripulantes era o que mais me deixava ansioso, mais até do que a própria vistoria da Marinha e toda a preparação para a regata.
A gente fica sempre com aquela sensação de que o cara vai se atrasar. Pensamos até no planos B e C. " Se fulano se atrasar posso pegá-lo no trapiche do PIC (Pernambuco Iate Clube) ou lá no Marco Zero, ou ainda: derrepente o cara pega uma carona com uma lancha, sei lá". É pessoal, essa é a vida de um comandante: tudo tem que estar impecavelmente acertado. Abastecimento de água e combustível, alimentos, revisões de segurança, vistoria da Marinha, etc, etc. Imaginem então faltar um tripulante... É um prejuízo enorme. A falta de um tripulante ocasiona um transtorno gigantesco. É muito simples: os demais membros da tripulação terão que fazer o trabalho daquele que está faltando.  

Bem, passando o capítulo da tripulação, é só alegria... Afinal não é todos os dias que navegamos com os amigos em alto-mar.
Devemos fazer o percurso em aproximadamente 40 horas, chegando em Noronha no domingo à noite ou na madrugada de segunda-feira.


Por Marcelo Lopes